1. Minha verdade espantada!

    quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

    “Minha verdade espantada é que eu sempre estive só de ti e não sabia. Agora sei: sou só. Eu e minha liberdade que não sei usar. Grande responsabilidade da solidão. Quem não é perdido não conhece a liberdade e não a ama. Quanto a mim, assumo a minha solidão”.

    Clarice Lispector, em 'Uma Aprendizagem ou o Livro dos Prazeres' 1969.
    |


  2. 0 comentários:

    Postar um comentário